quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Discernir a voz de Deus

“Quando só Deus é a resposta. Todos nós passamos por momentos difíceis na vida, nessas horas parece que ninguém tem resposta para nós, só Deus; mas, muitas vezes, não O escutamos.
Muitas pessoas dizem que estão em crise de fé; isso acontece porque muitas vezes baseamos a nossa fé em nós mesmos. Nossa fé precisa estar em Jesus Cristo e na sua Igreja. A nossa fé é coisa séria, nossa Igreja existe há mais de dois mil anos, por isso é algo sólido. Se você não quer se basear na sua fé, creia na Igreja. 'Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações' (Atos dos Apóstolos 2, 2).
É preciso ter o dom do discernimento para colher de Deus a vontade d'Ele. O Senhor nos fala e nos guia por meio de palavras de ciência, de profecia, mas estas precisam ser utilizadas com discernimento.”

Este trecho de um artigo do Prof. Felipe Aquino me chamou muita a atenção pelo fato de muitas vezes nós nos deixarmos guiar por nossos sentimentos e acabarmos nos decepcionando com Deus.

Os convido hoje a termos uma fé baseada na palavra de Deus, de confiarmos somente no Senhor, pois no momento em que colocamos nossa confiança, fixamos nossos olhos no Senhor nada mais importa. Muitas pessoas as vezes reclamam que rezaram, clamaram e Deus não atendeu os seus pedidos, mas creio que a uma resposta para isso, nesses momentos corremos o risco de estarmos tão preocupados com aquela situação, com aquele problema que nada mais importa, nossas orações só tem como palavras “eu”, “para mim”, “o meu” e assim por diante, orações egoístas que acabam colocando deus em último lugar e o ‘EU” em primeiro lugar, deixando o servir a Deus em segundo plano enquanto a palavra de Deus diz: Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e tudo mais vos será acrescentado. E no fim das contas acabamos tendo um discernimento totalmente humano, sofremos, enquanto só Deus é a resposta.

Hoje vos faço essa pergunta: Será que realmente estamos escutando a voz de Deus ou os nossos próprios sentimentos egoísticos? Será que tenho uma fé baseada na palavra de Deus e na doutrina católica ou somente quero que meus desejos e sonhos se realizem?
Creio que com essas perguntas conseguiremos ter um melhor discernimento da verdadeira vontade de Deus.

Que Deus o abençoe!

2 comentários:

vanessa disse...

Olá,
Entrei no site por curiosidade, mas adorei.
recebi o link de uma colega de trabalho, faz tempo.Mas hoje resolvi conhecer.
Muito bom ler mensagens como essa postada hoje. Realmente nos enche de fé.
Gostei do site. muito bacana e convidativo.
Abs,
Vanessa
Sampa

Anônimo disse...

Por que nao:)